GP1

Política

Flávio Bolsonaro entra na vaga de suplente na CPI da Covid

Flávio vai ocupar a vaga do senador Luiz Carlos Heinze, que assumiu como titular após saída de Ciro.
Por Estadão Conteúdo

O senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) terá agora uma vaga de suplente na CPI da Covid. Flávio ocupará a vaga do senador Luiz Carlos Heinze (Progressistas-RS), que assumiu como titular do colegiado após o senador Ciro Nogueira (Progressistas-PI) ser alçado à Casa Civil. Mesmo antes de fazer parte da comissão, o filho mais velho de Bolsonaro já participava das reuniões.

Outra consequência da escolha de Ciro Nogueira para a Casa Civil se refletiu no Progressistas. O deputado André Fufuca (Progressistas-MA) vai assumir a presidência nacional do partido. A mudança no comando da legenda ocorre porque Nogueira vai se licenciar do cargo de dirigente partidário para ser ministro da Casa Civil. Fufuca é um dos vice-presidentes da sigla. A informação foi confirmada pelo Estadão com o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (Progressistas-PR).

Nogueira se reuniu na manhã desta terça-feira, 27, com o presidente Jair Bolsonaro e aceitou convite para integrar a pasta que coordena todos os ministérios e é responsável pela articulação política do Palácio do Planalto com o Congresso. O líder do governo na Câmara afirmou que a cerimônia de posse do novo ministro deve acontecer na próxima terça-feira, 3.

Novo presidente do Progressistas, Fufuca foi o segundo vice-presidente da Câmara em 2017 e assumiu o comando da Casa por uma semana. O deputado é de uma família tradicional na política. André Luiz de Carvalho Ribeiro herdou o apelido do pai, Francisco "Fufuca" Dantas, que é prefeito de Alto Alegre do Pindaré (MA). Por isso, no Maranhão, o deputado é chamado de Fufuquinha.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.