GP1

Saúde

Instituto Butantan vai antecipar entrega de vacina para Ministério da Saúde

O anúncio foi feito pelo governador João Doria. Ele informou ainda que uma remessa do lote de 46 milhões de doses será encaminhada para o ministério na próxima semana.
Por Estadão Conteúdo

O governador João Doria (PSDB) anunciou nesta quarta-feira, 17, que o Instituto Butantan vai antecipar em um mês a entrega das 54 milhões de doses da Coronavac para o Ministério da Saúde, que formalizou as compras das doses na noite desta segunda-feira, 15. A entrega estava prevista para setembro. Doria afirmou ainda que uma nova remessa do lote das primeiras 46 milhões de doses será encaminhada para o ministério na próxima semana.

"A partir do dia 23, vamos entregar 426 mil doses por dia para o Ministério da Saúde. Em oito dias, vamos chegar a 3,4 milhões de doses e esperamos não parar, porque não temos mais problemas de matéria-prima. A partir de abril, vamos produzir mais, porque teremos à disposição uma fábrica que, no momento, está sendo usada para fabricação da vacina da gripe", explica Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan.

Segundo o governador, o primeiro lote, de 46 milhões de doses, deve ser entregue para distribuição por todo o País até abril. "Foi criada uma força-tarefa para a vacinação. O Instituto Butantan duplicou o número de profissionais que trabalham no envase da vacina. Passou de 150 para 300 profissionais que estão trabalhando praticamente 24 horas por dia e sete dias por semana."

O governo estadual está apresentando informações sobre ações para o combate ao avanço do novo coronavírus no Estado em coletiva no Palácio dos Bandeirantes.

Segundo balanço divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde nesta terça-feira, 16, São Paulo contabiliza 1.927.410 casos confirmados da covid-19 e 56.702 mortes. Todos os 645 municípios do Estado têm registro de ao menos um caso de infecção pelo vírus e 624 tiveram um ou mais óbitos.

Alunos da rede estadual vão receber suporte psicológico

Durante a coletiva, Rossieli Soares, secretário de Estado da Educação, anunciou que os alunos da rede estadual vão receber suporte psicológico ao longo do ano letivo de 2021.

Serão 1 mil psicólogos que vão realizar atendimento virtual e, em caso de necessidade, presencial. O serviço estará disponível a partir desta terça-feira, 17, nas 5,1 mil unidades da rede. As aulas foram retomadas no último dia 8 e as escolas estão funcionando com 35% da capacidade.

"O profissional fará parte de dentro do planejamento das escolas. Vamos monitorar o uso e suporte e também a formação dos profissionais. Todas as escolas vão poder solicitar de duas horas a 20 horas do serviço por semana, dependendo do número de alunos das escolas. Será um investimento de R$ 60 milhões por 12 meses."

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.