GP1

Esportes

Torcedores do Atlético-MG são vítimas de racismo no Mineirão

Os irmãos Carlos Miguel e Carlos Eduardo relataram ter sido chamados de ‘macacos’ dentro do estádio.
Por Estadão Conteúdo

No dia da Consciência Negra, os irmãos Carlos Miguel de Almeida e Carlos Eduardo de Almeida foram alvos de xingamentos racistas durante a vitória do Atlético-MG por 2 a 0 sobre o Juventude, no Mineirão. De acordo com o relato dos jovens, que têm 25 e 22 anos, eles foram chamados de “macacos” por um torcedor dentro das dependências do estádio. Os episódios foram relatados por meio de boletins de ocorrência e a polícia do Mineirão, junto com outras autoridades, estão acompanhando o caso.

Em postagem nas redes sociais, Carlos Miguel, o irmão mais velho, explicou o ocorrido e lamentou o fato de, no Dia da Consciência Negra, data celebrada por muitas pessoas, ele estava sentado em uma delegacia junto com o seu irmão para fazer um boletim de ocorrência em virtude de um caso de racismo ao qual foram vítimas.

“20 de novembro onde muitos celebram, estávamos sentados em uma delegacia fazendo boletim de ocorrência e pensando em quantos livros eu já li, quantas vezes me preparei para o combate, quantas vezes nós já passamos por essa situação na vida, nós dois eu e meu irmão. E quando um homem nos chamou de macaco eu só queria o colo da minha mãe, pensando em proteger meu irmão sem saber o que fazer aos prantos chorando”, escreveu Carlos Miguel.

“A vitória do Galo já não fazia mais sentido o mundo não fazia mais sentido e sentimos que apesar da vitória, ali havíamos perdido. Mais um dia da consciência negra e o alvo continua no nosso peito!”, completou o torcedor do Atlético-MG que, junto com texto, publicou uma foto ao lado do irmão em aparecem ambos com os punhos cerrados para cima.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.