Política

Elisangela Moura diz que vai se dedicar à agricultura familiar

Elisangela é a sexta suplente da coligação ‘A Vitória com a Força do Povo’ e será a 20ª mulher a chegar na Alepi.

Andressa Martins
Teresina
Germana Chaves
Teresina

A comunista Elisangela Moura (PCdoB), que assume uma vaga na Assembleia Legislativa do Estado do Piauí (Alepi) na próxima segunda-feira (17), afirmou nesta quinta-feira (13) que vai se dedicar à agricultura familiar na Casa.

Elisangela é a sexta suplente da coligação ‘A Vitória com a Força do Povo’ e será a 20ª mulher a chegar na Alepi. A agricultora obteve 20.997 votos nas eleições de 2018.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Elizângela Moura Elizângela Moura

“Queremos lá naquela Casa ser uma voz feminina, uma voz de uma mulher agricultora familiar que possa estar levando para lá as demandas, as dificuldades e os problemas que nossos trabalhadores e trabalhadoras do campo enfrentam no seu dia a dia”, afirmou.

Apesar de dizer que vai se dedicar mais aos agricultores, Elisangela entende que a partir da posse vai estar na Alepi “para representar toda a sociedade do Piauí”, mas acredita ser necessário “um olhar especial” aos agricultores.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Osmar Júnior comemora ida de Elisangela Moura para Assembleia

Suplente Elisangela Moura será 20ª mulher à chegar na Alepi

Mais conteúdo sobre: