Teresina - PI

Jogo entre River e América terá torcida única no Albertão

O objetivo é evitar novos episódios de violência nos estádios envolvendo torcidas organizadas.

Jeyson Moraes
Teresina
Davi Fernandes
Teresina
Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

O Ministério Público do Estado do Piauí (MPPI), por meio da 32ª Promotoria de Justiça de Teresina, expediu recomendações para o jogo desta quarta-feira (26) entre River e América-RN, no Estádio Albertão, pela Copa do Brasil. Entre as recomendações feitas, o órgão solicitou a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e a Federação de Futebol do Piauí (FFP-PI) para que o jogo tenha torcida única.

Também foram feitas recomendações para que a Torcida Organizada Esporão do Galo cumpra a medida que a suspende de participar dos eventos esportivos no estado do Piauí durante 120 dias. O Comando-Geral da Polícia Militar do Estado do Piauí também foi notificado para que cumpra as providências necessárias para garantir a presença de efetivo policial no jogo.

O objetivo é evitar novos episódios de violência nos estádios envolvendo torcidas organizadas. No último jogo entre o clube piauiense e o potiguar, realizado no dia 9 de fevereiro, em Teresina, várias cenas de violência foram registradas no fim da partida, que terminou em 3 a 2 para o time visitante.

Na notificação recomendatória, a Promotoria ressalta que a prevenção da violência nos esportes é de responsabilidade do poder público, das confederações, federações, ligas, clubes, associações ou entidades esportivas, entidades recreativas e associação de torcedores, inclusive de seus respectivos dirigentes, bem como aqueles que, de qualquer forma, promovem, organizem, coordenam ou participam dos eventos esportivos, conforme preceituas o art. 1º-A da Lei nº 10671/2003, que dispõe sobre o Estatuto de Defesa do Torcedor.

O presidente do River Atlético Clube, Genivaldo Campelo, bem como a sua diretoria, entendem que o futebol é democrático e precisa contar com a participação de todos. Porém a segurança deve ser preservada e a recomendação do Ministério Público deve ser atendida.

A diretoria do River Atlético Clube, sua comissão técnica e todo o seu elenco, trabalham para que no próximo dia 26 de fevereiro, possa ser realizado um grande evento esportivo sem maiores intercorrências no estádio Albertão.