GP1

Teresina - Piauí

Casos de covid-19 devem cair no fim do mês, diz Gilberto Albuquerque

A fila de espera por um leito de UTI vem registrando queda nos últimos dias e atualmente está em 16.

O presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Gilberto Albuquerque, afirmou durante entrevista ao GP1 nesta segunda-feira (19) que os números do pico da pandemia da covid-19 em Teresina devem começar a cair em duas semanas, após estabilização no número de casos. A expectativa do presidente é que a situação fique mais confortável entre o final do mês de abril e o início do mês de maio.

“Nós zeramos os leitos clínicos, mas temos que ficar atentos porque tem os números da Semana Santa. Existe aquela previsão de subida dos números e entrada no platô, nós já estamos com mais ou menos 10 dias nesse platô, que nem cai e nem sobe, fica oscilando a média. Então se tudo ocorrer bem, depois de duas semanas ele começa a cair como os leitos clínicos, que já caíram. No final do mês, ele já deve estar em queda”, disse o presidente.

De acordo com o presidente da FMS, o número de pacientes na fila de espera por um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) vem registrando queda nos últimos dias e, atualmente, está em 16, sendo que na última semana eram 25. Já a fila de espera para leitos clínicos está zerada desde a última terça-feira, dia 13.

Foto: Lucas Dias/GP1Gilberto Albuquerque, presidente da FMS
Gilberto Albuquerque, presidente da FMS

Gilberto Albuquerque demonstrou preocupação com os possíveis resultados de aglomerações na Semana Santa e com o afrouxamento das medidas restritivas, mas disse que os números serão compensados com o avanço da vacinação contra a covid-19 que, atualmente, está na faixa etária de 64 a 65 anos.

“Pode ocorrer o aumento de casos, mas eu acredito que vai ser compensado pelos vacinados. Pelo menos a intenção é essa, que na medida que nós tenhamos vacinado, teoricamente, é para diminuir, mas ao mesmo tempo se promove a liberação do comercio, por exemplo. O objetivo é justamente tentar equalizar o número de leitos disponíveis para a demanda, na medida em que os leitos vão desocupando, a gente vai liberando o comércio”, ressaltou.

Vacinação

A vacinação contra a covid-19 em Teresina está na faixa etária de 64-65 anos e a expectativa é que os idosos acima de 60 anos possam ser vacinado nos próximos dias. O presidente, no entanto, afirmou que não tem como anunciar previsão de vacinação para novos grupos por conta da incerteza quanto a chegada de novas doses.

“Nós já temos os grupos definidos, mas o problema é chegar vacina. O Ministério da Saúde tem uma previsão que toda semana a gente consiga receber doses, aí os grupos a serem vacinados dependem da quantidade de doses, no momento, não tem previsão para novos grupos”, finalizou.

Decreto estadual

O governador Wellington Dias assinou novo decreto neste domingo (18) com as novas medidas que deverão ser adotadas contra a covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, entre os dias 19 e 25 de abril.

De acordo com o documento, os shopping centers, bares e restaurantes, agora poderão funcionar até as 22h, com o toque de recolher começando a partir das 23h até as 5h do dia seguinte. O horário do comércio em geral permanece o mesmo, podendo funcionar até às 17 horas, de segunda a sexta.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.