GP1

Coronavírus no Piauí

Vacina da Pfizer será aplicada em pessoas com comorbidades, diz FMS

A informação foi confirmada ao GP1 pelo presidente da FMS, Gilberto Albuquerque.

Com as novas doses da vacina Pfizer que Teresina deve receber do Ministério da Saúde, o presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Gilberto Albuquerque confirmou ao GP1 nesta sexta-feira (30) que o público alvo da imunização contra a covid-19 será o das pessoas com idades entre 55 e 59 anos com comorbidades. Os pacientes que receberem a dose deverão ficar na unidade hospitalar durante 15 minutos. Caso ocorra reações alérgicas, a pessoa será atendida de imediato.

A FMS ainda vai informar a quantidade de doses e está elaborando uma logística diferenciada para a aplicação do imunizante, pois desta vez, o sistema de drive-thru não será adotado por conta das condições de temperatura que a vacina deve estar acondicionada.

Foto: Lucas Dias/GP1Gilberto Albuquerque
Gilberto Albuquerque

“Nós iremos vacinar o público com comorbidades, que é de idade entre 55 e 59 anos e dependendo da demanda de doses, entra o grupo de pessoas com síndrome de Down, gestantes, puérperas, imunossuprimidos. Caso ocorra sobra de doses, entram mais pessoas com outros tipos de comorbidades”, disse.

Armazenamento no HU-UFPI

Por conta das condições climáticas em que a vacina da Pfizer deve ficar acondicionada, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) deve utilizar o Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí (UFPI) para guardar as doses devido a sua estrutura. A previsão é que neste sábado (1º) a Capital receba o 1º lote que chegou ao Brasil.

O Ministério da Saúde recomendou que a princípio as doses da vacina fossem aplicadas somente nas capitais brasileiras, devido as condições de armazenamento da vacina, que deve ser conservada em caixas de temperaturas entre – 25° C e – 15° C.

Ao todo, chegam ao Brasil 1 milhão de doses, que serão distribuídas de forma igualitária para as 27 capitais brasileiras. Estas primeiras doses fazem parte das vacinas que foram compradas pelo Governo Federal, num acordo que contabiliza 100 milhões de doses, que devem ser entregues ainda esse ano.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.