GP1

Política

Arcoverde promete presidência do Progressistas a Flávio Nogueira

"Eu acredito que se ele for expulso ele vai escolher o Progressistas e ele vindo vai ser o presidente do partido, conforme a gente já combinou com ele”, garantiu Júlio Arcoverde.

O deputado estadual Júlio Arcoverde, presidente do Progressistas no Piauí, disse durante entrevista à imprensa, nesta quarta-feira (02), que o deputado federal Flávio Nogueira vai assumir o partido no Estado caso se filie à sigla.

O convite já foi feito pelo senador Ciro Nogueira, mas o partido está aguardando a conclusão do processo que pode resultar na expulsão de Flávio do atual partido, o PDT.

  • Foto: Alef Leão/GP1Júlio ArcoverdeJúlio Arcoverde

Arcoverde disse acreditar que caso Flávio seja expulso ele vai escolher o Progressistas para se filiar e que se isso acontecer, ele vai assumir a presidência estadual do partido em seu lugar. “Vai depender muito do processo pelo qual ele está passando dentro do partido dele. Isso deve demorar um pouco, mas é uma questão partidária, mas eu acredito que se ele for expulso ele vai escolher o Progressistas e ele vindo vai ser o presidente do partido, conforme a gente já combinou com ele”, garantiu.

Questionado se essa mudança vai afetar o projeto do partido para as eleições de 2020, o deputado foi enfático ao responder que não. “Pelo contrário, ele faz é aumentar ainda a proporção do partido, faz aumentar a grandiosidade do partido já que nós vamos ter com a vinda do Flávio, 40% dos deputados federais e vai ganhar mais um deputado estadual que é o Flávio Júnior, que também vai se filiar junto com o pai”.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Júlio Arcoverde diz que Flávio Nogueira deve se filiar ao PP este ano

Arcoverde diz que PP está de "portas abertas" para Flávio Nogueira

Senador Ciro quer Flávio Nogueira filiado ao Progressistas

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.