Chefão do Baixo Parnaíba é suspeito de interceptar ônibus e fazer arrastão

- atualizado

Haroldo Pereira de Araújo, o Haroldo, chefe de um bando de criminosos que aterroriza o Baixo Parnaíba há anos e nunca vai preso, é o principal suspeito de ter comandado, por volta das 19 horas do último domingo, uma operação em que um ônibus da empresa Viação Sete, que faz linha regular de Teresina a Lagoa Alegre, foi interceptado na PI 111, entre União e Lagoa Alegre, para recolher objetos de valor de todos os passageiros.

Haroldo teria agido apenas com seu lugar-tenente, que também é conhecido como "Piloto do Haroldo". Os dois são amigos de infância e conhecem praticamente todas as veredas existentes entre Barras, Miguel Alves, União e Porto.

O ônibus saiu do centro de União e tomou a estrada que vai para Novo Nilo. Logo à frente pegou à direita para Lagoa Alegre. Dez minutos depois, segundo testemunhas foi anunciado o assalto em um ponto que aparentemente estava interditado com pedras no meio do assalto.

EXCLUSIVAS

Escola agrícola

A polícia ainda não tem certeza, mas tudo indica que Haroldo também comandou uma invasão a uma escola agrícola na periferia de Barras em que os alunos foram rendidos e tiveram roubados todos os aparelhos eletrônicos.

Assis deixa a UTI

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Assis CarvalhoAssis Carvalho

O deputado federal Assis Carvalho (PT), que foi submetido à implantação de um equipamento no coração, deixou a UTI ainda ontem. No final da tarde estava prevista a sua volta para casa.

Visita do progressistas

  • Foto: Helio Alef/GP1Júlio ArcoverdeJúlio Arcoverde

Presidente do Progressistas no Piauí, o deputado estadual Júlio Arcoverde estava só esperando a chegada de Assis Carvalho em sua residência para lhe fazer uma visita.

Violência em Jaicós

  • Foto: Lucas Dias/GP1Deputado Georgiano NetoDeputado Georgiano Neto

O deputado Georgiano Neto, denunciou, ontem, na tribuna da Assembleia Legislativa, suposta abordagem violenta de policiais militares de Jaicós ao sobrinho do prefeito local, Neném de Edite.

Morte associada

Familiares estão associando a morte da mãe do prefeito, dona Edite, de enfarte, na madrugada da última sexta-feira, à perseguição policial imposta ao sobrinho do prefeito.

Casa a dentro

Familiares dizem que dona Edite, de 72 anos, passou mal depois que seu neto, provavelmente fugindo dos policiais, entrou na sua casa assustado.

Investigação

O comando da Polícia Miliar deve abrir uma investigação para saber se os policiais foram realmente truculentos ou agiram dentro da lei.

Estrito cumprimento da lei

  • Foto: Lucas Dias/GP1Major Diego MeloMajor Diego Melo

Na manhã do último domingo, o major da PM Diego Melo, agiu no estrito cumprimento da lei, ao interromper a ação de dois bandidos que assaltavam uma farmácia Pague Menos na Avenida Miguel Rosa, zona sul de Teresina, matando um dos meliantes.

Oficial preparado

Diego Melo é um dos oficiais mais bem preparados do Piauí e tem conduta altamente correta. Um coronel que entrou para a reserva recentemente, contou a este repórter que Diego foi mais rigoroso consigo do que recomenda o manual da polícia em situações idênticas à que ele enfrentou.

Todas as chances

O major Diego Melo deu todas as chances para que os meliantes se entregassem e quando estes demonstraram que não acatariam a voz de prisão, fez o que deveria ter feito: atirou naquele que estava prestes a atacar as pessoas que estavam dentro da farmácia.

Exemplo de policial

Diego Melo é um exemplo de policial militar e recebeu o apoio de pelo menos 80% da oficialidade da PM para se eleger presidente da sua associação.

Mentes doentias

Algumas mentes doentias se lembraram que Diego apoiou o capitão Bolsonaro e recorreram a palavrões que mais pareciam emblemas de frustração e inveja. São mentes doentias que nunca fizeram nada para a população reconhecer e precisaram expelir seu ódio fétido.

Felizmente foram uma minoria, mas minoria mesmo.

Romildo Mafra parte na frente

No concurso aberto por esta coluna para presentear com uma lata de doce de leite fabricado pelo Luís Pacará, umbandista amigo de Brejo dos Anapurus, a personalidade que mais está colada a governos desde 1990, está disparado na frente do advogado Romildo Mafra.

Até agora está na frente até de Osmar Junior.

Depoimento bomba

Permanece sob segredo de Justiça o depoimento de um traficante que não veio a Teresina apenas exercer o seu triste ofício durante campanha municipal.

Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Bacharel em Direito, Feitosa Costa é jornalista desde 1977 e escreve a Coluna Política & Bastidores. Contato: (86) 98162 1515 / 99987 8114