Karnak acredita que lançamento de Margarete por Lucy foi ideia de Firmino

- atualizado

O palácio de Karnak não têm dúvidas de que o lançamento de Margarete Coelho, ao Governo do Estado, feito ontem, na churrascaria O Casarão, durante reunião de pouco mais de 100 prefeitos do Progressistas, pela candidata a deputada estadual Lucy Soares, foi ideia do seu marido, o prefeito de Teresina Firmino Filho. Esta também foi a leitura que fizeram políticos menos apaixonados que se encontravam no local.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Margarete CoelhoMargarete Coelho

Um secretário de Estado muito próximo ao governador ligou para este repórter fazendo a seguinte pergunta: "você viu que a todo momento na entrevista que deu no encontro dos prefeitos a Lucy repetia que "esta é minha opinião, é minha opinião?"

  • Foto: Lucas Dias/GP1Lucy SilveiraLucy Silveira

Para o mesmo secretário, que é um dos estrategistas políticos do Governo, a declaração deve ter sido ensaiada várias vezes. Ele também não descartou a possibilidade de a vice-governadora Margarete, que se encontrava no interior de uma espécie de auditório da churrascaria, ter conhecimento prévio de que a mulher do prefeito lançaria seu nome para o Governo.

EXCLUSIVAS

Prefeitos também

Cumprindo o script três ou quatro prefeitos fugiram do discurso de "fica, Margarete", e entraram no "Margarete, governadora".

O mais entusiasmado

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Ricardo Sales, Prefeito de Murici dos Portelas Ricardo Sales, Prefeito de Murici dos Portelas

O prefeito mais entusiasmado no lançamento de Margarete Coelho para governadora foi o de Murici dos Portelas, Ricardo Sales, que falou por mais tempo que os colegas.

Lava Jato

Ao defender a permanência de Margarete na chapa de reeleição de Wellington, o prefeito de Curimatá, Valdecir Júnior, acabou criando um certo mal-estar ao falar que a "Lava Jato" está mostrando que "precisamos de políticos honestos como a Margarete".

Mais uma do padre

  • Foto: José Maria Barros/GP1Padre Walmir muda comando do PicosPrevPadre Walmir

O Papa Francisco tem correspondido ao sentimento do mundo católico e se destacado como um transformador ao combater a corrupção e os desvios dentro da própria instituição que comanda.

Lamentavelmente, porém, alguns representantes da sua Igreja insistem em continuar errando. É o caso do Padre Walmir, prefeito de Picos, que tem decepcionado o Papa como religiososo e como administrador.

Nada satisfeito com travessuras passadas, Walmir fez mais uma: alugou por R$ 14 mil mensais, durante 60 meses, salas no Shopping de Picos, pertencente ao empresário conhecido como Araujinho, que é nada mais nada menos que doador da campanha do padre e cunhado do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Kléber Dantas Eulálio.

O padre mandou soltar uma nota afirmando que a operação foi legal, mas esqueceu de explicar por que o contrato ultrapassa o tempo que lhe resta de mandato e por que tem "abençoado" sistematicamente o poderoso Araujinho.

Fugindo do PT

  • Foto: Lucas Dias/GP1Coronel Carlos AugustoCoronel Carlos Augusto

Candidato a deputado estadual, o ex-comandante da Polícia Militar, Carlos Augusto, não quer se filiar ao PT para a disputa. Prefere um partido menor.

Como militar, ele tem prazo até a véspera das convenções para se filiar.

A minha chapinha sai

  • Foto: Lucas Dias/GP1Deputado estadual Evaldo GomesDeputado estadual Evaldo Gomes

Presidente do PTC, o deputado Evaldo Gomes disse para este repórter, no final da manhã de ontem, que tem certeza que "a minha chapinha sai".

Promessa do governador

Evaldo Gomes formará uma chapa com partidos emergentes, o que, na análise de observadores, pode levá-lo a eleger três parlamentares, ele à frente.

O presidente do PTC disse que quando entrou no Governo ficou acertado que ele teria esse direito.

Em campanha direto

Evaldo Gomes, que disputará o terceiro mandato de deputado estadual, deixou Teresina acompanhado do candidato a deputado federal do seu partido, Marcus Vinícius, e visitou 11 municípios do Sul do Estado.

Fé em Deus

Indagado sobre a situação de Marcus Vinícius, Evaldo Gomes disse que todo o departamento jurídico está empenhado em resolver o problema, apresentando os recursos adequados, "mas a nossa confiança maior é em Deus".

Obra parada

Parou novamente na segunda-feira a obra de construção da avenida Ulisses Marques, que liga a avenida Kenedy à Cajuína, na zona Leste de Teresina.mas hoje as máquinas voltaram a trabalhar.

Moradores da região acreditam que a interrupção das obras não foi por falta de pagamento.

Dinheiro será aplicado

Os moradores que aguardam ansiosamente pela conclusão da Ulisses Marques estão acreditando que os mais de R$ 21 milhões que foram liberados para a obra serão aplicados, centavo por centavo.

Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Bacharel em Direito, Feitosa Costa é jornalista desde 1977 e escreve a Coluna Política & Bastidores. Contato: (86) 98162 1515 / 99987 8114