Teresina - PI

João Mádison prefere não rebater declarações de Ciro Nogueira

"Vamos ouvir o governador, ele que é o magistrado dessa decisão. Ninguém vai discutir com Ciro, o MDB não vai se pronunciar", disse o deputado.

Germana Chaves
Teresina
- atualizado

O líder do MDB na Assembleia Legislativa do Piauí, o deputado estadual João Mádison Nogueira disse, durante entrevista ao GP1, que não vai se pronunciar acerca das declarações do senador Ciro Nogueira Filho (presidente nacional Progressistas) que pediu respeito dos aliados governistas ao seu partido.

O espaço de vice na chapa que será encabeçada pelo governador Wellington Dias (PT-PI), tem sido motivo de discórdia entre emedebistas e progressistas, isso porque, o MDB pretende assegurar a vaga em questão que hoje é ocupada por Margarete Coelho, filiada ao partido de Ciro.

  • Foto: Lucas Dias/GP1João MádisonJoão Mádison

“Nós vamos ficar tranquilos, esperando o governador. Vamos ouvir o governador, ele que é o magistrado dessa decisão. Ninguém vai discutir com Ciro, o MDB não vai se pronunciar. Não vamos mais ficar debatendo na mídia, vamos esperar o governador decidir”, ponderou Mádison.

Na oportunidade, Ciro Nogueira ainda saiu em defesa de Margarete Coelho e alertou: “mexeu com a nossa vice-governadora, mexeu com todo o PP.” Questionado se o desabafo era direcionado ao MDB, o senador foi enfático: “Para um bom entendedor, meia palavra basta.”