GP1

Política

Robert Rios confirma conversa com Norberto sobre filiação ao Podemos

"Conversei com Norberto e comecei a fazer as sondagens para ter uma análise do futuro", confirmou.

O secretário de Finanças e vice-prefeito de Teresina, Robert Rios (PSB), confirmou nesta quarta-feira (26), que conversou com o presidente estadual do Podemos, Norberto Campelo, sobre uma possível filiação ao partido.

Robert explicou que a mudança seria uma estratégia por conta do fim das coligações para as eleições proporcionais. “Estive conversando com Norberto, porque provavelmente não vai haver nenhuma mudança no processo eleitoral e com isso o quadro no Piauí muda completamente. Se não houver mudança na legislação muitos partidos se juntarão e eu só vejo aqui no Piauí como partidos sólidos para disputar a eleição proporcional o PT, MBD e PP, eles têm quadros abundantes e são sólidos para as eleições”, relatou.

Foto: Lucas Dias/GP1Robert Rios
Robert Rios

Ainda de acordo com o secretário, a conversa com Norberto foi apenas preliminar e que servirá para ele analisar as possibilidades. “A política é a arte da conversa, político mudo não faz muito sucesso, conversei com Norberto e comecei a fazer as sondagens para ter uma análise do futuro. Eu estou muito bem no PSB tenho uma ligação muito forte e estreita com Wilson Martins, mas também não vejo, se não houver mudança, como que ele disputará uma eleição proporcional sozinho, as pessoas têm que começar a se adiantar e estou na fase de estudo da situação, não estou na fase de tomar nenhuma decisão”, enfatizou.

Eleições majoritárias

Robert contou ainda que conversou com Norberto Campelo pelo fato do Podemos ser um partido “fora da bolha” que não apoia Lula e nem Jair Bolsonaro e nem Ciro Nogueira e Wellington Dias. “Eu conversei com o Norberto porque ele está em um partido fora da bolha, e temos que conversar com partidos justamente que estão fora da bolha”, afirmou.

“Nós temos no Brasil duas bolhas, de um lado Bolsonaro e do outro lado Lula e isso se repete no Piauí, uma bolha é o Ciro Nogueira e a outra bolha é Wellington Dias e todos dois são muito fortes, mas temos uma população imensa no Brasil e no Piauí que querem ficar fora da bolha e nós temos que buscar alternativas para quem quer ficar fora da bolha, sempre disse que gostaria de ver uma terceira via e na hora certa vamos tomar a decisão adequada”, declarou Robert Rios.

Por fim, Robert disse que se não houver viabilização de uma terceira via, ele deverá escolher entre Ciro Nogueira ou Wellington Dias. “Hoje estamos fora da bolha, se esse número de gente que está fora da bolha se mantiver ou se aumentar é possível se montar uma terceira via caso contrário vamos escolher entre essas duas bolhas o que for melhor para o Piauí”.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.